domingo, 24 de março de 2013

OS 7 CHACRAS MAIORES


Há, contudo, 7 centros de energia que são considerados como centros maiores e mais importantes. Cada chacra é reconhecido no corpo como um foco de força-vida relativo às energias físicas, emocionais, mentais e espirituais. Os chacras formam uma rede através da qual corpo, mente e espírito interagem como um todo.

Os 7 chacras principais correspondem a aspectos específicos da nossa consciência, têm cada um as suas características e funções individuais e conectam com uma glândula do sistema endócrino. As glândulas endócrinas – projecções físicas de cada um dos sete chacras – são sustentadas pelos padrões de energia oriundos de cada um deles a que estão relacionadas. Os chacras podem influenciar positiva ou negativamente em nossa saúde.

1º Chacra – Básico ou Raiz (Muladhara)É o primeiro chacra (conhecido como Chacra Base ou Raiz), está situado na base da espinha dorsal.
2º Chacra – Umbilical ou Sexual (Svadhisthana) – Chacra Esplênico O segundo chacra também chamado esplênico, sacro ou do baço, é responsável pela energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas mais sutis, que a seguir são distribuídas pelo corpo.
3º Chacra – Plexo Solar (Manipura) O terceiro chacra (conhecido como Chacra do Plexo Solar) localiza-se na região do umbigo ou do plexo solar, e está relacionado com as emoções.
4º Chacra – Cardíaco (Anahata) – Chacra do Coração O quarto chacra situa-se na direção do coração. Relaciona-se principalmente com o timo e o coração.
5º Chacra – Laríngeo (Vishuda) O quinto chacra fica na frente da garganta e está ligado à tireoide. Relaciona-se com a capacidade de perceção mais sutil, com o entendimento e com a voz.
6º Chacra – Terceiro Olho (Ajna) O sexto chacra situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como “terceiro olho” na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à perceção sutil.
7º Chacra – Coronário (Sahasrara) O sétimo é o mais importante dos chacras, situa-se no alto da cabeça e relaciona-se com o padrão energético global da pessoa.
 
Cada chacra assemelha-se a uma flor cujas pétalas estão em movimento constante e harmónico. Quando já totalmente desenvolvidos, assemelham-se a círculos de uns cinco centímetros de diâmetro Todas essas rodas giram incessantemente e pela vértice aberta de cada uma delas flúi continuamente a energia do mundo superior, a que chamamos energia primária, que age sobre cada chacra. Sem esse influxo de energia, não existiria o corpo físico.
 
São ao mesmo tempo transmissores e transformadores de energia de corpo para o corpo, uma vez que seu mecanismo sincroniza as energias emocionais, mentais e etéricas. Eles aumentam ou reduzem a energia, ou moderam ou aceleram sua actividade, de um corpo para outro, de modo que a energia mais rápida do corpo emocional possa afectar a energia mais lenta do etérico, e vice-versa.
 
As cores, que variam de chacra para chacra, também reluzem de um modo que contribui para sua aparência de flor. Numa pessoa saudável, as formas dos chacras encontram-se num belo equilíbrio simétrico e orgânico, em que todas as partes flúem em uníssono, num padrão rítmico. Seu movimento tem na verdade um carácter harmónico e musical, com ritmos que variam de acordo com as diferenças individuais de constituição e temperamento.
 
 
 


 

Sem comentários: