quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

EXCESSO ELEMENTO FOGO

O excesso do elemento fogo pode ser identificado pelos aspetos negativos provenientes das suas virtudes: agressivos, insensíveis às necessidades dos outros, exigentes, egocêntricos, impacientem, fantasiosos, arrogantes, impertinentes, extravagantes, tiranos, cruéis, competitivos e irreflexivos. Estes indivíduos podem ter tendência ao uso do álcool, drogas. Como frequentemente não conseguem controlar os seus desejos muitas vezes são levados  à auto valorização, vaidade e amor à pompa e grandeza.

Aspectos possivelmente observáveis por excesso do elemento Fogo:
  • Pé largo na região do fogo;
  • Pregas nos dedos (proximal);
  • Pele seca, quente , dura e avermelhada , todo o pé parece inflamado;
  • Não apresenta rigidez nem a grossura do elemento terra;
  • Dedos dos pés levantados e dobrados;
  • Músculos hipertónicos.
Fisiologicamente o excesso do elemento fogo pode causar azia, problemas de fígado como hepatite, problemas estomacais como úlceras (excesso de bílis), problemas da vesícula biliar, inflamações, hipertensão, erupções da pele, febres e excesso de transpiração. Pode também apresentar os Músculos superiores tensos, dores nas mãos, doenças agudas (muitas vezes fatais), quistos e fibromiomas nos seios., tendência ao stress, ansiedade e esgotamento mental e físico
Psicologicamente: Emoções, atitudes e sentimentos que apresentam as pessoas com excesso do elemento fogo, são:
  • Sentimento de estar constantemente a ser atacado, tudo é pessoal;
  • Fazer filmes no dia-adia;
  • Vivência da experiência alheia;
  • Muito ocupado consigo mesmo;
  • Controle sobre os outros;
  • Tentavivas de dominar as situações;
  • Egocentrismo;
  • Preconceito;
  • Tem sempre razão;
  • Extremamente ciumento;
  • Individualista;
  • Espírito crítico;
 
 

Sem comentários: